Legos, Peixes e Pizzas… ou Criando Valor a Partir da Convergência

O conceito de Convergência, em termos de setores da economia, hoje é normalmente compreendido como sinônimo das novas possibilidades competitivas desencadeadas pelas novas Tecnologias da Comunicação e Informação (TICs).

Ou seja, trata da forma como mercados maduros vistos historicamente como distintos e estanques, de uma hora para a outra, se transformaram em um campo de batalha entre novos modelos de negócio e propostas de valor pelo atendimento de uma demanda antes conhecida e formatada e, agora, híbrida, complexa e inexplorada.

No entanto, é possível compreender esse “fenômeno” sob outra ótica. Isso se dá porque Convergência significa mais do que a fusão de diferentes tecnologias (TVs, PCs, Mobiles, Wireless, Eletro-Eletrônicos, etc) ou a combinação de diferentes canais de vendas e relacionamento. Sob a ótica do Consumidor 2.0, a Convergência significa a possibilidade de alavancar necessidades atemporais humanas (como Relacionamento e Segurança) com as novas atividades online.


Dessa maneira, as questões essenciais sobre Convergência passam a ser:

  • O que as “novas TICs” permitem ao consumidor fazer hoje que eles não podiam fazer no passado?
  • Como se comunicar e relacionar com os consumidores em um contexto de fragmentação de mídias e audiências?
  • Como a explosão do conteúdo gerado pelo consumidor (user-generated-content) pode impactar um negócio? Como cada empresa pode se beneficiar disso?
  • Quais novos modelos de negócio podem surgir baseados nas TICs que podem impactar o negócio?

Nos próximos parágrafos serão apresentados exemplos de algumas empresas que se indagaram sobre essas questões. Com isso elas foram capazes de construir novos modelos de negócios a partir da exploração das diversas interações que a convergência possibilitou.


Convergência como forma de integrar o Modelo de Negócios Offline ao Online

À medida que Internet, videogames e outras tecnologias digitais passavam a ser a fonte de entretenimento predileto de crianças, a continuidade dos negócios da Lego estava ameaçada. Com o objetivo de mitigar este risco, a empresa desenvolveu, no início da década, em parceria com o diretor de cinema Steven Spielberg, a série Lego Studios.

A série é um conjunto de peças Lego que permitem a criação de cenários de filmes. A partir desses cenários, as crianças podem acessar um software que as permitem fazer o upload de imagens e montarem no Site da empresa animações baseadas nas peças reais de Lego.

Mais do que permitir a entrada da empresa no mundo virtual, a interação entre o mundos “on” e “off” permitiu a criação de novas oportunidades de negócios para a Lego.

Além de ressuscitar a venda dos brinquedos, uma lucrativa série de videogames e um popular Website deram continuidade a essa iniciativa. Inclusive, recentemente, o estúdio Warner Brothers anunciou que irá desenvolver um filme baseado no brinquedo.

Convergência de Comunidades Virtuais e Físicas
Clubes de Compra são uma forma que consumidores e empresas encontraram para oferecer produtos e serviços a preços mais baixos.

Com o objetivo de explorar isso na Web nasceu o Site Peixe Urbano.


O Site tem como missão catalisar o poder da compra coletiva ao mesmo tempo em que oferece incentivo para que as pessoas experimentem novas atividades, produtos e serviços em suas cidades.
Diariamente o Site disponibiliza promoções de produtos, serviços ou atividades em várias cidades no Brasil, como um desconto de 60% em clínica de luxo no Rio de Janeiro. No entanto, as ofertas só são válidas se um número mínimo de pessoas se comprometer a comprá-las. O que se observa é a mobilização dos interessados via e-mail e redes sociais como forma de convencer amigos a também participarem das ofertas.

Convergência de Canais

Os clientes querem “ligar, clicar ou visitar” com interação direta através de canais online e offline. Eles esperam ser reconhecidos e se engajar em um diálogo contínuo com a sociedade através de todos esses canais, pessoalmente, por telefone, por Internet ou através de canais wireless.

A capacidade de reconhecer que o melhor canal para interagir com o cliente muitas vezes depende do contexto para a interação foi a razão do sucesso da Domino’s Pizza nos EUA. A empresa é uma das anunciantes que obtiveram maior retorno com os anúncios no TiVo. Por quê? Porque as pessoas estão mais ativamente assistindo televisão no momento em que estão pensando em pedir uma pizza.


Conclusão

As fronteiras e possibilidades advindas com a convergência ainda estão longe de serem esgotadas. As implicações não se limitarão às indústrias de Entretenimento, Mídia, TI ou Telecom, conforme os três cases acima ilustram.
Parece-nos que a capacidade de gerar valor a partir da Convergência reside na competência das empresas de explorarem as diversas interações existentes e, a partir delas, oferecer oportunidades de se criarem novas ofertas a partir da junção de novas e velhas tecnologias.
Os cases acima ilustram muito bem isso. Embora não seja óbvio em um primeiro momento, eles demonstram de maneira interessante a exploração dessas interações. Essas empresas conciliaram necessidades humanas atemporais de Ludicidade (Lego), Relacionamento (Peixe Urbano) e Interação (Domino’s) com as novas tecnologias e, com isso, criaram vitoriosos modelos de negócio.

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s